© 2019 Website Designed by Victor Kasprzak

QiGong (Chi Kun)

 

QiGong é um sistema de atividades que mobiliza, equilibra e acalma os níveis físico, energético e mental.

 

Para tanto, faz uso de técnicas para conservar, reunir, cultivar, nutrir e transformar as energias-fonte de um corpo saudável e de uma mente clara. Propicia, ainda, benefícios como melhora na coordenação motora, desenvolvimento da noção de espaço, manutenção da memória e sincronização com os ciclos biológicos naturais.

O que é o QiGong Taoista

O QiGong Taoista é uma disciplina que cultiva o corpo e a mente simultaneamente. Originalmente chamado DaoYin, ele tem sido praticado por milhares de anos na China. Diz-se que LaoZi, patriarca do Taoismo, foi o primeiro a praticar as técnicas de conservar, reunir, cultivar, nutrir e transformar as energias que são a fonte de um corpo saudável e uma mente clara. As técnicas do QiGong Taoista foram sistematizadas durante a dinastia Han, por HuaTu - considerado pai da medicina chinesa. Deste momento em diante, DaoYin (ou QiGong) foi incorporado às práticas Taoistas até a presente data.

As técnicas do QiGong Taoista podem ser divididas em três categorias – exterior, interior e secreta. O QiGong exterior possui seu foco no fortalecimento físico, o QiGong interior na nutrição dos órgãos internos e na reunião e conservação de energia e o QiGong secreto na dissolução da dualidade da mente e do corpo para fusão com a energia primordial do Tao.

Nenhuma disciplina espiritual é perfeita sem integrar suas práticas formais na vida cotidiana. A este respeito, o QiGong Taoista defende um estilo de vida de simplicidade e moderação, encoraja o cultivo da generosidade, compaixão e sabedoria e promove o desenvolvimento da honra e respeito por nós mesmos e pelo mundo.

Qi Gong em pé

(YiQuan ZhangZhuan)

Escola do Portão Ilimitado Primordial (XianTian WuJi Men)

XianTian WuJi Men é uma linhagem Taoista fundada por Chen XiYi, o ermitão de HuaShan no século X.

 

HuaShan (as grandes montanhas) é uma cadeia de montanhas rochosas que ascendem das planícies da província de ShaanXi na China central e é residência de 108 santuários, templos e monastérios.

 

A linhagem se especializa em usar técnicas de QiGong para estabelecer as fundações para a meditação sentada.

 

As técnicas promovidas por esta linhagem incluem fortalecimento muscular, transformação de tendões, automassagem, calistenia, limpeza da medula e regulagem da respiração.

Por ser uma tradição eremita, o QiGong XianTian WuJi Men foi transmitido ininterruptamente do século XI até os dias de hoje. Eva Wong é portadora na 19ª geração do Taoismo XianTian WuJi Men

QiGong em Pé (YiQuan ZhanZhuang)

YiQuan ZhanZhuang é uma linhagem inspirada no Taoismo de QiGong em pé, fundada pelo praticante de artes marciais Wang XiangZhai (nascido em 1886).

As oito posturas do ZhanZhuang são desenhadas para aquietar a mente e reunir e circular a energia interna simultaneamente.

Um dos alunos líderes de Wang XiangZhai é o mestre de artes marciais SunDi, que ensinou ZhanZhuang, XingYi (Pulso de Intenção) e LuHe BaFa (Seis harmonias e Oito métodos) em Hong Kong. Aluna de SunDi, Eva Wong é portadora da linhagem, descendendo da 3ª geração de Wang XiangZhai

 

TaiJiQuan (Tai Chi Chuan)

 

Como princípio geral o TaiJiQuan é um tipo de QiGong.

Os princípios filosóficos do TaiJiQuan remetem ao taoísmo e à alquimia chinesa.

A relação de Yin-Yang, os Cinco movimentos, o BaGua (Oito Trigramas), o Tratado das Mutações (YiJing) e o Tratado do Caminho e da Virtude (DaoDeJing) são algumas das principais referências para a compreensão de seus fundamentos.

Os textos clássicos do TaiJiQuan, escritos pelos mestres orientam a:

  • Usar a quietude para conter o movimento (YiJing ZhiDong)

  • Usar a suavidade para conter a dureza (YiRou KeGang)

  • Usar a lentidão para conter a rapidez (YiMan ShengKuai)

O TaiJiQuan tem suas raízes na China, sendo, atualmente, uma arte praticada no mundo todo. É apreciado no ocidente, especialmente por sua relação com a meditação (DaoYin) e com a promoção da saúde, oferecendo aos que vivem no ritmo veloz das grandes cidades, uma referência de tranquilidade e equilíbrio.

Os criadores do TaiJiQuan basearam sua arte na observação da natureza – não apenas na observação dos animais, mas também no estudo dos princípios da interação entre os diversos elementos naturais.

O conhecimento destes princípios e de como atuam dentro de nós, estudados pela Medicina Tradicional Chinesa, revelam o TaiJiQuan como importante fonte de manutenção da energia vital.

Nos últimos tempos até mesmo a ciência médica convencional tem se interessado a respeito e estudos têm corroborado o o que os mestres de TaiJiQuan já sabem há séculos: a prática regular leva a mais vigor e flexibilidade, melhor equilíbrio e mobilidade e uma sensação de bem-estar.

 

Pesquisas de ponta da Harvard Medical School comprovam as afirmações - já de longa data - de que o TaiJiQuan beneficia a saúde do coração, dos ossos, dos nervos e dos músculos, do sistema imunológico e da mente. Estas pesquisas fornecem fascinantes pontos de vistas sobre os mecanismos fisiológicos subjacentes que explicam como o TaiJiQuan funciona.

Baseada nesses estudos a Harvard Medical School recomendou o TaiJiQuan como uma das atividades mais benéficas ao ser humano, sendo adequado para pessoas de todas as idades e podendo ser praticado diariamente

YANG CHENGFU na postura do Tai Ji, conhecida como “chicote” (tan pien),

c. 1918.

ESTILO YANG ANTIGO

A beleza do estilo, apresentado diretamente pelo sistematizador da Forma Curta (37), mestre CHENG MAN CHING.

ÁRVORE GENEALÓGICA DO ESTILO YANG

FORMAS MODERNAS

Fonte: Texto base QiGong obtido em http://qigong.taoismo.com.br/oQueEh.html

CONTATO

ARTES DO TAO representa os serviços de Terapias Tradicionais Chinesas e Artes Taoístas oferecidos em São José dos Campos e São Paulo.

Para agendamentos e/ou qualquer informação, entre em contato. Será um prazer lhe atender.

Fone / WhatsApp:  (12) 9 9197-6600

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Twitter Icon