© 2019 Website Designed by Victor Kasprzak

Terapias Tradicionais Chinesas

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) fundamenta-se numa extensa e detalhada filosofia de compreensão dos macro e micro movimentos da natureza. Tendo como base o reconhecimento das leis fundamentais que governam o funcionamento do organismo humano e sua interação com o ambiente, segundo os ciclos da natureza, procura aplicar esta abordagem tanto ao tratamento das doenças quanto á manutenção da saúde através de diversos métodos, que podem ser usados individualmente ou em interação uns com os outros. 

MÉTODOS DE TRATAMENTO

Os principais métodos de tratamento da Medicina Tradicional Chinesa são:

  • Acupuntura e Moxabustão;

  • Ventosa e GuaSha;

  • TuiNa

  • Fitoterapia

  • Dietoterapia

  • QiGong e TaiJiQuan 

  • Meditação

Acupuntura e Moxa
Ventosa e GuaSha
TuiNa
Fitoterapia
Dietoterapia
QiGong e TaiJiQuan
Meditação
Show More

UM POUCO DA HISTÓRIA

Inscrições em ossos e carapaças de tartarugas das dinastias Yin e Shang - cerca de 2.000 anos a.C. - evidenciam registros medicinais, sanitários e uma dezena de doenças. Segundo registros da dinastia Zhou – cerca de 1000 anos a.C – existiam métodos de diagnósticos tais como a observação facial, a audição da voz, questionamento sobre eventuais sintomas, tomada dos pulsos para observação dos ZangFu (órgãos e vísceras), assim como indicações para tratamentos terapêuticos como a acupuntura ou cirurgias.

 

Já por essas épocas incluía nos seus princípios o estudo do YinYang, da matriz dos 5 Movimentos e do sistema de circulação da energia pelos Meridianos do corpo humano, princípios esses que foram refinados através dos séculos seguintes.

 

Nas dinastias Qin e Han - cerca de 200 anos a.C - foram publicadas algumas das obras mais importantes para a formação do corpo teórico da MTC, como o “Tratado da Medicina Interna do Imperador Amarelo” (HuangDi NeiJing), o “Clássico das Dificuldades” (Nan Jing), o “Tratado da Lesão por Frio e Doenças Variadas” (Shang Han Za Bing Lun) e o “Clássico de Matéria Médica de Shen Nong” (Shen Nong Ben Cao). Todas essas obras são consideradas até hoje como referências da Medicina Tradicional Chinesa.

A acupuntura passou por reformas importantes na dinastia Song (cerca de 1000 d.C), impulsionadas principalmente pelo médico Wang WeiYi que publicou “O Clássico dos Meridianos e Pontos na Imagem Humana de Bronze” (Tong Ren Shu Xue Zhen Jiu Tu Jing), em 3 volumes.

Por fim, é fundamental destacar o “Compêndio de Matéria Médica” (Ben Cao Gang Mu), em 30 volumes, escrito por Li ShiZhen, na dinastia Ming (cerca de 1400 d.C). Esta é considerada uma das mais importante obras na história da China, sendo referência em nível mundial na área da fitoterapia.

Mas não se trata somente de olhar o passado remoto. Nos séculos recentes a MTC sofreu severas sanções, como em 1822 quando, por força de decreto, a Escola Imperial de Pequim aboliu a acupuntura da formação, o que conferiu à prática a condição de proscrita. Também em 1911, com a queda da última dinastia imperial, a extinção da MTC parecia iminente, devido à preponderância da influência ocidental sobre a educação de Sun YìXian, então líder da nova República da China.

Em 1950, no entanto, insurge a revolução de Mao ZeDong ressuscitando o tema. Inicialmente, Mao ZeDong pretendia que a MTC fosse um estudo de especialização da medicina convencional, mas como não houve interesse da classe médica o ensino foi aberto aos leigos, com o objetivo de disponibilizar mais opções de tratamento para a população. Oficializou, assim, o ensino da Medicina Tradicional Chinesa em nível universitário, tendo sido amplamente divulgada e fomentada por toda a China. Foram criadas universidades e hospitais para a prática da MTC, considerada, desde então, um valioso recurso e para a saúde pública, sendo acessível à toda a população.

Hoje em dia a China forma anualmente milhões de novos profissionais da MTC e no mundo todo, cada vez mais adeptos estudam e praticam essa forma milenar de compreensão e harmonização da saúde.

AVALIAÇÃO ENERGÉTICA FUNCIONAL

A avaliação na MTC é a herança deixada pelos antigos médicos chineses, tendo sido transmitida e aperfeiçoada através das gerações. A avaliação da MTC é muito eficaz e inclui ver, ouvir, cheirar, tocar e perguntar (antigamente usava-se também o experimentar para identificar sabores). Destacam-se na avaliação a observação da língua e o exame do pulso, práticas estas que demoram alguns anos a serem completamente dominadas pelo especialista em MTC, mas que fornecem informações preciosas e exatas sobre a condição de saúde em avaliação.

O VALOR E O RECONHECIMENTO DA MTC

Salvo pelo limitado uso da acupuntura, a MTC ainda é precariamente conhecida no ocidente. Um olhar, mais atento talvez ajude a desvendar porque ela merece um lugar de destaque entre as práticas de saúde:

  • É um conhecimento teórico e prático de aplicação muito ampla, que remonta há mais de 5 mil anos, com existência continuada e resultados comprovados até os dias de hoje;

  • É reconhecida pelo Estado Chinês (maior densidade demográfica do planeta) em igualdade com a prática da medicina contemporânea;

 

  • É reconhecida pela Organização Mundial de Saúde, subordinada à Organização das Nações Unidas, ou seja, permanece dentro das concepções clássicas (filosóficas e energéticas) que lhe deram sustentação através dos tempos e ainda integra-se aos métodos de validação da ciência contemporânea. (para mais informações acesse a página Tratamentos).

  • Mesmo sendo tão antiga e tradicional, a MTC evoluiu para se adaptar às necessidades do mundo moderno. É praticada em hospitais especializados ou mistos que contam paralelamente com todos os serviços que se pode encontrar num hospital convencional. Existem unidades de investigação científica que permitem experimentá-la e validá-la. Assim, por exemplo, nas Universidades Estatais de Medicina Chinesa, ensinam-se aos futuros médicos teorias e métodos fundamentais dos textos milenares, paralelamente às técnicas de investigação ou de cuidados clínicos procedentes à medicina contemporânea. Esta abordagem prática do ensino médico é um dos aspectos que contribuem no interesse e na originalidade do caráter perene da MTC. Isto lhe confere uma experiência completa, tanto empírica quanto científica.

  • Finalmente, a MTC é um sistema completo e não uma simples técnica terapêutica de aplicações limitadas. O campo da MTC é extremamente amplo e interativo: da farmacopéia à acupuntura, da aplicação alimentar ás técnicas de massagem, dos exercício para saúde às práticas de acalmar a mente ... e tudo isso guiado por uma abordagem humanista, natural e abrangente da identificação da origem da enfermidade, assim como pela consideração estratégica do restabelecimento e manutenção da saúde.

ATENÇÃO

Apesar de todo o exposto acima, é importante lembrar que, no Brasil, a MTC não é reconhecida como medicina e sim como terapia alternativa/complementar.

Na escolha de uma ou outra forma de tratamento, é fundamental o bom senso de quem procura atendimento. No caso de emergências, deve-se priorizar o pronto-atendimento ou a internação hospitalar.

Cuide-se sempre e quando precisar use o bom senso e saiba escolher.

SOBRE AS CONSULTAS

A Medicina Tradicional Chinesa - e em especial a linhagem “Agulha de Ouro” - é riquíssima em recursos para analisar e identificar os fatores de origem dos desequilíbrios. Uma vez identificados, serão esses os fatores tratados terapeuticamente até que os sintomas sejam eliminados “pela raiz”.

O tratamento terapêutico é precedido por uma sessão de avaliação minuciosa das características energéticas funcionais que teu organismo está sinalizando, assim como uma pesquisa educativa sobre quando um determinado sintoma começou a manifestar-se em tua vida. Essa primeira sessão da avaliação dura cerca de 2 horas e é a partir dela que poderão ser identificadas as prováveis causas-raiz a serem tratadas.

Como resultado da avaliação, será apresentada uma proposta de tratamento terapêutico que incluirá a(s) técnica(s) a ser(em) utilizada(s), a frequência das sessões, o número inicial ou total de sessões e os valores envolvidos. Mediante concordância, agendaremos o início das sessões. Cada sessão de retorno dura cerca de 1 hora.

Os atendimentos (avaliação e retornos) são feitos em domicílio, ou seja, em endereço previamente fornecido pelo/a consulente.

IMPORTANTE:

A estimativa do número de sessões será feita e apresentada levando-se em conta a coerência técnica do tratamento, de acordo com as necessidades identificadas no processo de avaliação;

Fonte: texto de autoria de Fábio Ministério 

CONTATO

ARTES DO TAO representa os serviços de Terapias Tradicionais Chinesas e Artes Taoístas oferecidos em São José dos Campos e São Paulo.

Para agendamentos e/ou qualquer informação, entre em contato. Será um prazer lhe atender.

Fone / WhatsApp:  (12) 9 9197-6600

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Twitter Icon